Revista ADEGA
Busca

Moët Hennessy processa Armand de Brignac por propaganda enganosa de vinhos


A filial norte-americana da casa de champanhe Moët Hennessy entrou com um processo contra Armand De Brignac Champagne por propaganda enganosa. De acordo com o The New York Post, o produtor dos champanhes Dom Pérignon, Krug e Moët & Chandon entrou com uma ação no tribunal federal de Manhattan contra a propaganda em que Armand de Brignac afirma ser "avaliado como o champanhe número um no mundo"

divulgação
Brut Gold NV, também conhecido como Ace of Spades

A Moët Hennessy alega que a outra casa de champanhe esta  "enganado intencionalmente os consumidores" sobre a qualidade da bebida. O relatório do processo diz que o Brut Gold NV foi o único produto da empresa avaliado como número um, e isso ocorreu em 2010. "Depois disso, Armand de Brignac Brut Gold NV caiu de posição, ficando em 23º em 2011 e 22º em 2012", relata a documentação do processo, que cita a avaliação feita pela Máster of Wine Essi Avellan para a revista Champagne Magazine.

A casa de champanhe alega que a empresa está lucrando com a falsa afirmação, e que isso gera competição desleal para ela e outras empresas que vendem o mesmo produto.

Mais notícias sobre vinhos...

Château Bel-Air em Entre-deux-Mers é vendido para industrial chinês
Brad Pitt e Angelina Jolie irão servir vinho próprio em sua festa de casamento
Soldado cria vinícola para empregar veteranos de guerra
Ladrões levam 544 quilos de uvas viniferas na Califórnia
Consumo de vinho nos EUA não parou de crescer nos últimos 18 anos

Redação
Publicado em 28/08/2012, às 10h22 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h48


Mais Notícias