Revista ADEGA
Busca

Vinho - 13.Out - Crescimento

Norte americanos se mostram fortes no mercado de vinhos


Os EUA são o país onde as pessoas bebem mais vinhos. Segundo alguns dados, o consumo médio de 2009 subiu 0,6%, a 16ª vez consecutiva que isso ocorre. Uma vez que a economia global se viu mais forte do que em 2008, período da recessão, a procura por vinhos aumentou.

Apesar de algumas exceções, as marcas maiores saíram lucrando mais, já que os consumidores agora procuram por vinhos menos caros. Os 28 maiores produtores tiveram um aumento de 1,1% nas vendas, já que seus vinhos são cerca de 35% mais baratos que outros.

Em 2008, pela primeira vez em 13 anos, os vinhos produzidos nacionalmente foram mais vendidos que os importados. A partir de agora, vinhos nacionais serão projetados para superar os estrangeiros, e dentro de poucos anos espera-se que consigam representar três quartos do volume total comercializado internamente.

Confira as últimas notícias sobre o mundo dos vinhos...

+ Novo programa de computador combina vinhos com alimentos

+ Após aumento nas vendas, Brasil vê investimento em vinícolas disparar

+ Indústria de vinhos inglesa cresce e precisa de mais trabalhadores

+ Safra de Ribeira Sacra chega a 5 milhões de quilos

+ O Melhor Vinho do dia: A Barack Obama, o novo Nobel da Paz 2009!

Redação
Publicado em 13/10/2009, às 14h08 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias