Revista ADEGA
Busca

Nova praga ameaça vinhedos em Bordeaux

Uma mosca asiática, capaz de causar podridão ácida nas uvas, está preocupando Bordeaux


Pragas em vinhedo

Pragas em vinhedo 

Produtores de Bordeaux enfrentam uma ameaça crescente na forma de uma mosca asiática de três milímetros, chamada de Drosophila suzukii. A espécie está destruindo vinhedos “saudáveis” da região provocando o apodrecimento rápido das uvas. Segundo Sophie Aribauld, consultora da União Regional Agrícola, os primeiros sinais da praga foram verificados no dia 10 de Setembro em Entre-Deux-Mers e em Saint Émillon.

A podridão ácida é fácil de ser identificada, por causa de seu cheiro semelhante ao vinagre, e não é totalmente desconhecida em Bordeaux. Segundo o enólogo Denis Dubourdieu, ainda são poucas as vinhas infectadas pela mosca. Em casos como esses, as partes infectadas são podadas primeiro para que assim se faça a colheita. “A fruta infectada é destruída”, declarou. Esse fenômeno aumenta relativamente rápido nessa época do ano, devido ao retorno de tempo seco e ensolarado na região.

A composição anatômica da Drosophila suzukii é outro agravante. Segundo especialistas, a mosca pode perfurar as uvas mesmo que já estejam maduras, causando assim a chamada podridão ácida. Segundo Dubourdieu, já foram registradas anteriormente perdas significativas de safras de Pinot Noir devido ao mesmo fenômeno. Para o especialista, a melhor solução nesses casos é a prevenção. Produtores devem evitar solos muito arenosos e frutos muito grandes. Existem também soluções mais drásticas como o uso de pesticidas, que mostraram resultados positivos em casos anteriores. 

Redação
Publicado em 27/09/2014, às 17h44 - Atualizado em 03/12/2014, às 08h04


Mais Notícias