Nova técnica pode reduzir ressaca de vinho


Cientistas espanhóis desenvolveram uma nova técnica de preservação de uvas usadas em vinhos que pode reduzir os efeitos da ressaca. Atualmente, a maioria dos vinhos produzidos em larga escala utiliza dióxido de enxofre como preservativo, uma substância que pode causar reações alérgicas, como dores de cabeça e asma.

Os pesquisadores da Universidade Técnica de Cartagena descobriram que o ozônio tem 90% de eficácia do dióxido de enxofre na preservação de uvas frescas para a produção de vinhos, sem apresentar efeitos colaterais. A nova técnica ainda não foi utilizada pelos produtores, mas eles pretendem utilizá-la ainda este ano.
Fernando Roveri

Publicado em 12 de Fevereiro de 2007 às 16:22


Notícias