Nova Zelândia investe milhões para caracterizar Sauvignon Blanc


Pesquisadores neozelandeses do Marlborough Research Centre e da Universidade de Auckland receberam verbas para levar adiante uma pesquisa que examinará as qualidades diferenciadoras da Sauvignon Blanc. Financiado pelo governo em parceira com empresas vinícolas, o projeto estima investir US$17 milhões nos próximos seis anos para desenvolver métodos de análise e determinar como e porquê o Sauvignon neozelandês tem o gosto que tem - para com isso explorar esse conhecimento comercialmente.

Depois de mais cinco anos de pesquisa, o estágio seguinte é buscar as técnicas vitivinícolas que podem regular cada componente da estrutura do vinho de acordo com o desejado, como a seleção de diferentes tipos de levedura, o manejo da condução das vinhas em relação à exposição ao sol, a nutrição do solo, a elevação do terreno e outros aspectos ligados ao terroir. O foco inicial da pesquisa é Marlborough. Uma vez determinados os métodos de medição, ela será expandida para frutos e vinhos de outras áreas, que como resultado podem ser postos em primeiro plano na produção da uva. Outro projeto dos pesquisadores é levantar verbas para estender a pesquisa à Pinot Noir.
Fernando C. Roveri

Publicado em 27 de Junho de 2007 às 13:29


Notícias