Revista ADEGA
Busca

Na tela

Novela “Além do Tempo” encerra com celebração ao vinho brasileiro

Ibravin foi responsável pelo suporte à produção do folhetim da Rede Globo


Um marco para o vinho brasileiro: assim pode ser definida a novela "Além do Tempo". No ar desde julho no horário das 18h, a narrativa termina nesta sexta-feira e coroa o trabalho do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) e de outras entidades do setor em parceria com a Rede Globo.

A trama passou por diversas fases da vitivinicultura brasileira, desde o século XIX até os dias atuais. Com destaque para a qualidade do vinho elaborado no país, mostrou as características do terroir, da tecnologia utilizada na elaboração dos produtos e na quebra de paradigmas com relação ao país como um dos principais produtores do Hemisfério Sul.

A novela teve cenas gravadas nos municípios gaúchos de Bento Gonçalves, Garibaldi, Pinto Bandeira e São José dos Ausentes, em vinícolas e outros empreendimentos enoturísticos. Ao longo dos seis meses em que esteve no ar, diversas cenas mostraram claramente o potencial vitivinícola brasileiro como em degustações às cegas e apresentações a sommeliers.

O vice-presidente do Ibravin, Oscar Ló, valoriza a trama escrita por Elizabeth Jhin por mostrar de forma bastante realista o universo vitivinícola brasileiro e por transmitir uma imagem extremamente positiva para todo o País. "A novela coloca o vinho brasileiro como protagonista e está sendo muito importante para divulgarmos o nosso potencial e também para atrair turistas paras as regiões produtoras", resume.

Para a enóloga Paula Guerra Schenato, que representa o Comitê de Mercado do Ibravin, o setor ainda colherá por muito tempo os frutos da divulgação na novela. "A abrangência nacional, a diversidade do público que assiste e a forma como foi transmitida a mensagem sobre a qualidade do vinho brasileiro devem refletir de forma extremamente positiva", comemora.

A atuação do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) para a realização do folhetim iniciou ainda em 2012, com a vinda de uma das produtoras para o polo produtor da Serra Gaúcha. A autora visitou a região para se inspirar na criação da trama. No último mês de abril, a entidade, em conjunto com outras instituições, como a Associação Brasileira de Enologia (ABE), proporcionou treinamentos para o elenco e equipes.

Em julho, forneceu suporte para o evento de lançamento da novela e seguiu auxiliando com a revisão de termos técnicos e procedimentos usuais na elaboração dos produtos que serviram de pano de fundo para a história de amor vivida pelos personagens Lívia (Alinne Moraes) e Felipe (Rafael Cardoso).

Redação
Publicado em 15/01/2016, às 17h51 - Atualizado às 18h07


Mais Notícias