Revista ADEGA
Busca

Vinho - 8.Jun.

Novo método usa vibrações como pesticida em vinhedos


Muitos vinhedos sofrem com pestes, para isso são usados pesticidas que interrompem a comunicação por feromonio entre os insetos macho e fêmea, no entanto, uma nova técnica foi apresentada: Vibração ao invés de pesticidas químicas.

divulgação

A técnica que começou a ser desenvolvida em 2010, na Universidade de Pisa, Itália, usa a vibração de som para interromper o contato entre insetos que são vetores de doenças, como o Scaphoideustitanus, que é o transmissor da Flavescence dorée, letal para vinhas.

Um agitador electromagnético foi colocado nas extremidades do vinhedos.  O agitador foi ativado usando um computador com aumentando o ruido que ocorre naturalmente 20 vezes.  Isso confunde os sinais mandados dos machos para a fêmeas, atrapalhando seu encontro.

O estudo troux bons resultados contra os insetos, além de ser ecologicamente correto já que não aplica nenhum produto quimicos nas plantas e nem prejudica o solo.

"Em resumo, embora a pesquisa ainda esteja no começo, este método de ruídos vibracional aplicada às folhas de videira pode servir como uma abordagem eficiente e ambientalmente amigável para o manejo de pragas em vinhedos", explicou o porta voz da universidade.

Mais notícias sobre vinhos...

Espanha cria projeto para diminuir CO2 na produção de vinhos
Berry Bros. & Rudd anuncia marca própria de taças para vinhos
Chandon cria primeiro champanhe que pode ser bebido com gelo
Preços de vinhedos em Bordeaux sobem 10% em um ano
Grupo vinícola implanta medidas para diminuir impacto ambiental

Redação
Publicado em 08/06/2012, às 06h42 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h48


Mais Notícias