Revista ADEGA
Busca

O profissional

Do que é feito um grande sommelier?

Entenda como funciona essa carreira e quais as qualidades que é preciso ter


Os campeonatos são extremamente importantes para elevar o nível de capacitação dos profissionais, despertando a necessidade de aprimoramento constante. As avaliações giram em torno de domínio de técnicas de degustação, reconhecimento de características regionais e internacionais de vinhos, legislação, habilidades e técnicas de serviço, harmonização com preparações gastronômicas, postura profissional e até se considera se o candidato tem domínio de outro idioma para competir em nível mundial.Todo ano, sommeliers afiliados às diversas associações oficiais ao redor do mundo participam de campeonatos regionais que lhes possibilitam mensurar seus conhecimentos. Após a eliminação dos menos preparados, vem a gloriosa classificação que coloca o campeão tête-à-tête com outros profissionais de diferentes nacionalidades em busca do tão honroso título: o melhor sommelier do mundo.

Independente da cultura e da possibilidade de participar destes concursos, os grandes profissionais são aqueles que buscam demonstrar as competências que são avaliadas nas competições da categoria com ética e respeito em suas tarefas e atitudes cotidianas.

Qualidades cotidianas:
Bem interpretar

Um bom profissional deve trazer seus conhecimentos do mundo vitivinícola para dentro do empreendimento em que trabalha, interpretar as solicitações dos clientes e propor possibilidades criativas para cada ocasião. Deve saber, por exemplo, que quando um cliente pede um vinho "suave" não necessariamente se refere à classificação.

Treinar os sentidos

Um ótimo sommelier deve educar seus sentidos no intuito de desenvolver a habilidade de analisar um fermentado sobre os aspectos visuais, olfativos e gustativos, abstraindo-se de influências externas. Como degustador, ele deve desenvolver consciência de sua capacidade sensorial e aprimorá-la, adquirindo confiança e acumulando conhecimento. Ter curiosidade e senso de investigação é fundamental para seu amadurecimento.

Saber combinar

Um excelente profissional ainda tem a chance de enriquecer a experiência gastronômica de seus clientes quando entende a fundo as particularidades da bebida, da comida e como elas interagem. Por isso, o conhecimento da enogastronomia é uma ferramenta que deve ser dominada por quem trabalha no serviço.

Bem apresentar o produto

Além dessas habilidades, um grande profissional à serviço do vinho deve saber que dentro de cada garrafa está o esforço e a dedicação de muitas pessoas que dedicam suas vidas cultivando uvas e elaborando vinhos - que enfrentam dificuldades como tempestades, ondas de calor, chuvas de granizo, oscilação da moeda e até de moda. A forma como o sommelier apresenta o produto e o descreve ao cliente pode ser a diferença entre a fortuna e o fim de uma vinícola. O vinho merece respeito independentemente se agrada ou não ao paladar de quem o descreve.

Buscar conhecimento sempre

Vivenciamos, no cotidiano, situações constrangedoras muitas vezes para o sommelier que não domina os conhecimentos necessários para o desempenho competente de sua importante função. É por isso que, participando de competições ou não, o melhor profissional do mundo é aquele que apaixonadamente busca conhecimento para corresponder à expectativa de quem confia que sua experiência seja inesquecível. Além disso, o sommelier deve ter a ética como lema para representar uma profissão que merece ser descrita com os mesmos adjetivos usados na descrição de grandes vinhos: elegância, equilíbrio e complexidade!

Juliana Reis
Publicado em 24/12/2015, às 15h30 - Atualizado às 10h00


Mais Notícias