Revista ADEGA
Busca

O que decantar e o que não decantar da sua adega


Para Decantar: + Vinhos com depósito sólido no fundo da garrafa devem ser sempre decantados caso não sejam demasiado velhos. + Vinhos com aromas reduzidos melhoram com uma decantação prévia. + Vinhos tintos, ricos em cor, encorpados e com aroma fechado ou notas reduzidas devem ser decantados. + Mais raramente, alguns brancos encorpados, fermentados em madeira ou feitos a partir de castas resistentes à oxidação, podem se beneficiar com uma decatação prévia, imediatamente antes de seu serviço. Para não Decantar: + Vinhos frágeis, na maioria das vezes tintos com pouca cor ou brancos muito pálidos, podem estar mais sujeitos à oxidação, com a conseqüente perda dos aromas frescos e frutados. Se não apresentam depósito nem aromas reduzidos, a decantação será desnecessária e inútil. + Vinhos verdadeiramente velhos (tintos com mais de 20 anos e brancos com mais de 10) requerem por vezes cuidados especiais e, apesar de poder existir depósito no fundo da garrafa, a decantação pode representar um verdadeiro golpe de misericórdia. Nunca devemos obrigar um velho a correr!

Leonardo Mello
Publicado em 16/05/2006, às 10h55 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h43


Mais Notícias