Revista ADEGA
Busca

Mais de três séculos

Arqueólogos encontram vinho do século 17 lacrado na Inglaterra

A Torre de Londres, famosa por abrigar joias da coroa britânica, também guardava uma preciosidade engarrafada


Um grupo de arqueólogos encontrou durante uma recente escavação nos arredores da Torre de Londres uma antiga adega pertencente a um militar britânico do século 17. Entre os objetos encontrados no local, estava uma garrafa de vinho Madeira datada de meados daquele século, com o lacre inviolado e seu vinho intacto. Outra garrafa foi encontrada com seu conteúdo apenas pela metade. 

Torre de Londres

Segundo os especialistas, a hipótese mais provável é que essa raridade tenta sido elaborada com uma safra colhida na primeira metade daquele século e enviada da Ilha da Madeira para as colônias britânicas no Caribe, retornando para a Inglaterra posteriormente para as mãos de seu proprietário. A casa em que a garrafa foi encontrada pertencia a um artilheiro-mor da Torre de Londres, demolida no fim da década de 1670 e reconstruída alguns anos depois.

A preciosidade e sua companheira semiconsumida ficaram enterradas no local até os dias de hoje e provavelmente possuiam um teor de álcool de 10% a 12%, com pouco açúcar. Entretanto, após 320 anos, o nível de álcool baixou para 6%. A análise feita na garrafa sugere que seu gosto e textura continuam inalterados mesmo após tantos anos. 

Redação
Publicado em 16/03/2016, às 17h00 - Atualizado às 18h36


Mais Notícias