Vinho - 02.Jul - Denominação

"Os vinhos da França serão como Coca-Cola", diz a diretora da Anivin


A diretora da Anivin da França, Valérie Paiotin, disse na semana passada que o vinho francês irá acabar "como a Coca-Cola", com a adoção da marca genérica "Vins de France".

A concorrência dos produtos do "Novo Mundo" fez com que alguns vinhos franceses fizessem alterações em seus rótulos. Uma pesquisa revelou que a maioria dos consumidores por todo o mundo compra um vinho baseada na variedade de uva utilizada para produzi-lo. O mesmo estudo também mostrou que a região aonde a bebida foi produzida é o último fator a ser notado.

Por isso, os rótulos de grande parte dos vinhos franceses sofrerão alterações. A casta da uva será a característica de maior destaque nas etiquetas, que conterão a marca "Vins de France", fornecendo maior credibilidade para vinhos baratos.

Entretanto, muitos criticam o fato da  marca permitir que bebidas diferentes em estilo e qualidade, de variadas regiões, sejam vendidas como algo uniforme. Vários proprietários da região de Medoc chamaram a medida de um "desastre" e uma "violação ao nosso patrimônio vitivinícola".

A Anivin não pode forçar os produtores a mudar suas denominações tradicionais. O controle do sistema de denominação ainda pertence a INAO, cuja autoridade está acima da Anivin.

Para entender melhor o novo rótulo francês, clique aqui.

Confira as últimas notícias do mundo dos vinhos...

+ Adega de 25 milhões de euros é apresentada na Espanha

+ Príncipe Harry participa de torneio organizado por casa de champanhe

+ Evento une Hollywood e vinhos no Arizona

+ Site Uvinum pretende ser referência em recomendações de vinhos
Vinicultores franceses apóiam a sustentabilidade

Da redação

Publicado em 2 de Julho de 2010 às 10:39


Notícias