Vinho - 5.set.

Passificação da uva aumenta propriedades antioxidantes do vinho doce


Um grupo de pesquisadores da Universidade de Córdoba (UCO), na Argentina, descobriu que o processo de passificação da uva - que consiste na desidratação da fruta para aumentar a concentração de açúcar - realizado em Montilla-Moriles é responsável pela alta capacidade antioxidante dos vinhos doces.

divulgação

Com experiências ''in vitro'', eles perceberam que as propriedades antioxidantes da uva depois de passificada aumentam e melhoram as características do mosto e, consequentemente, a do vinho, potencializando os benefícios à saúde dos antioxidantes.

O grupo também concluiu que é possível reduzir o tempo de desidratação e ter maior rendimento do mosto, porém, isso produz um vinho doce com menores características sensitivas. 

Mais notícias sobre vinhos...

Bodega lança linha de vinhos com rótulos assinados por famosos
Château Les Carmes Haut-Brion drobra tamanho de seus vinhedos
Loja de vinho inglesa participa de maratona para ajudar instituições de caridade
Adega usa foto de príncipe Harry sem roupa em rótulo de vinho
Ontário pode virar região oficial de viticultura no próximo ano

Da redação

Publicado em 5 de Setembro de 2012 às 08:13


Notícias