Vinho - 02.Ago - Tecnologia

Pesquisadores desenvolvem "língua eletrônica" para classificar vinhos


Pesquisadores na Espanha estão criando uma "língua eletrônica", que pode identificar diferentes tipos de vinhos, e automaticamente produz classificações similares àquelas feitas por sommeliers.

Manel del Valle, UniversitatAutònoma de Barcelona
A língua eletrônica reconhece falhas feitas na produção
O aparelho, desenvolvido na Universitat Autonoma de Barcelona, irá, a princípio, ser usado para detectar falhas no processo de produção da cava.

Ele imita o paladar humano por meio de uma combinação de técnicas de medição química e um software matemático avançado.

A máquina é capaz de quantificar precisamente a quantidade de açúcar adicionado depois da fermentação secundária durante o processo de produção.

Essa capacidade permite fazer classificações de vinhos como as de sommeliers, desde os Brut (menos de 15 gramas  por litro) ao Doce (com mais de 50 gramas por litro).

No entanto, os sommeliers não precisam se preocupar. Segundo Manel del Valle, o cientista-líder da prometo, a língua eletrônica é mais adequada a testes automatizados na produção de vinho, e não podem distinguir nuances.

"O sommelier sempre será um tratamento pessoal, por exemplo, em um restaurante. Esse tratamento nunca será substituído por uma máquina", explica del Valle.

Com essa habilidade de detectar falhas durante o processo, a língua eletrônica "pode ser a substituição do painel sensorial usado por muitas companhias de alimentos e bebidas".

A Universitat Autonoma de Barcelona é uma organização separada do Instituto de Microeletrônicos de Barcelona, o qual estava trabalhando em uma língua computadorizada em 2008, que podia detectar diversas variedades de uva.

MAIS: Os cientistas do vinho - Poucas ocupações permitem misturar ciência e emoção. A profissão de enólogo é uma delas

Mais notícias sobre vinhos...

+ Vinhos e signos são vinculados em nova linha de tintos e brancos

+ Vinícolas da Turquia ganham espaço no mercado internacional

+ Substância das uvas protege a pele de envelhecimento precoce e de até câncer

+ Empresa britânica se une a companhia argentina para promover pequenas vinícolas no Reino Unido

+ Seminário virtual voltado para bodegas espanholas fala sobre mercados de vinho no Brasil

Da redação

Publicado em 2 de Agosto de 2011 às 07:12


Notícias