Revista ADEGA
Busca

Vinho - 1.Fev

Pesquisadores desenvolvem método cientifico para detectar falsificação de vinho


Pesquisadores da Universidade de Vila Real, em Portugal, desenvolveram um método de identificação de castas que ajuda a detectar falsificações.

Paula Lopes, do departamento de Genética e Biotecnologia da Universidade de Trás -os-Montes e Alto Douru (UTAD) disse que o método, que usa a extração do ADN do vinho, permite confirmar se o conteúdo da garrafa corresponde ao rótulo.

Divulgação

"Na última visita que fizeram à UTAD, os chineses revelaram interesse na patente e estão agora a analisá-la, uma vez que seria muito importante para controlar as importações de vinho", disse a responsável pelo projeto.

Ela falou que o processo de idenficação, que já foi patenteado, despertou interesse  de empresas, grandes produtores e até de outros países, como a China.

Um das investigadoras, Leonor Pereira, diz que com este método, se pretende "prevenir fraudes", principalmente no vinho do Porto, produto que é alvo de muitas falsificações.

"O nosso objetivo é preservar os nossos produtos e as nossas castas, que têm muita qualidade e produzem também um vinho de altíssima qualidade", acrescentou Paula Lopes.

Mais notícias sobre vinhos...

Estilista da grife Chanel desenha rótulo comemorativo de vinho francês
Evento vinícola arrecada 12 milhões de dólares para crianças carentes
Pesquisadores portugueses criam vinho antialérgico
Festival de gastronomia apresenta peças com vinho como tema
Brasil bate recorde de importação de vinho
Grupo espanhol cria cápsula antioxidante feita de uvas viniferas

Redação
Publicado em 01/02/2012, às 08h40 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h48


Mais Notícias