Revista ADEGA
Busca

Vinho e Futebol

Pressionado, Adilson Batista destaca sua paixão pelos vinhos


Técnico corintiano mostrou sua paixão pelos vinhos
O Corinthians encontra-se em seu pior momento na disputa do Campeonato Brasileiro, somando apenas dois dos últimos 12 pontos. Motivos para o técnico Adilson Batista se preocupar? Claro, já que o time paulista é um dos principais favoritos ao título. Porém, nesta sexta-feira o comandante revelou uma paixão que o ajuda a relaxar mesmo nos momentos mais difíceis: o gosto pelos vinhos.

Natural do Paraná, o atual técnico do Corinthians se destacou no Grêmio nos meados dos anos 1990, e foi justamente no Rio Grande do Sul que aprendeu a apreciar a bebida. Após mais um treinamento rotineiro no novo CT do atual terceiro colocado do Brasileirão, Adilson revelou quais são suas preferências no mundo dos vinhos.

Além de especialista no esporte mais popular do mundo, o técnico não passou vergonha quando questionado sobre seus vinhos preferidos, mostrando conhecimento digno de um "enólogo" para explicar o seu gosto. Para explicar seu gosto pelos vinhos Amarone, por exemplo, o ex-zagueiro destacou "ser um dos melhores vinhos" que já provou, além de lembrar que se trata de "um italiano bastante encorpado", em referência ao tipo de vinho tradicional da região de Veneto, na Itália.

Outros rótulos que também encantam Adilson Batista são os da DOC (denominação de Origem Controlada) de Brunello, na região da Toscana, também na Itália. "Ganhei alguns quando jogava no Japão. É um italiano muito bom", declarou o corintiano.

Para quem pensa que a preferência do enófilo Adilson fica restrita ao Velho Continente, o treinador revelou seu gosto por alguns vinhos sul-americanos muito conhecidos, como o Angelica Zapata, "um argentino excelente para depois de um dia de trabalho", como define o treinador, e o chileno Almaviva. Por fim, para fechar a sua lista de cinco tipos de vinhos preferidos, o ex-técnico do Cruzeiro lembrou dos vinhos produzidos pela Bodega da família Bouza, no Uruguai, "um vinho de ótima qualidade" segundo o treinador.

Embora tenha declarado algumas de suas preferências, Adilson considera difícil destacar alguns rótulos. "Têm muito vinho bom. Fica até difícil falar", garante. Com a atual situação vivida pelo Corinthians, que caiu para a terceira colocação do Campeonato Brasileiro na última rodada, o treinador precisará certamente de um bom vinho para arejar a cabeça e conseguir montar um bom time para o próximo compromisso, diante do Atlético Goianiense, domingo, no Pacaembu.

Para ajudar Adilson Batista a escolher os seus vinhos, ADEGA, claro, indica um bom rótulo de cada tipo citado pelo treinador para amenizar a má fase vivida por seu time no campeonato (Clique no vinho para conferir a avaliação):

+ Amarone Della Valpolicella Riserva 2004 2004

+ Brunello di Montalcino Renina 2001

+ Nicolas Catena Zapata 2004

+ Bouza Chardonnay 2008

+ Almaviva 2000

E você, possui um gosto parecido com o de Adilson Batista? Procure por estes e mais vinhos em OMelhorVinho.com.br, o primeiro mecanismo de busca de vinhos do Brasil!

ESPECIAL:Nobre desde o nascimento - Almaviva, um dos maiores ícones do Novo Mundo, surgiu da junção de um clássico francês e um clássico chileno

Confira as últimas notícias do mundo dos vinhos...

+ Estudo sobre consumo de vinho e gravidez gera polêmica entre especialistas

+ Vinícola arrecada US$ 30 mil para apoiar luta contra câncer de mama

+ Estudo mostra que café pode diminuir risco de tumor cerebral
+ Enfermeiros e médicos são os profissionais que mais consomem café, diz estudo

+ Café diminui o risco de gota em idosas, diz estudo

Redação
Publicado em 08/10/2010, às 15h10 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h47


Mais Notícias