Vinho - 09.Nov - Indeferido

Processo contra ex-companheiro de herdeira do Château Petrus é indeferido


A Corte de Apelação da região de Bordeaux, na França, confirmou nesta segunda-feira (08) que o processo contra três homens próximos a Lily Lacoste, falecida herdeira de diversos domínios vitivinícolas, foi indeferido.

O acórdão, datado de outubro de 2009, considerava que, apesar de Lily poder ser considerada "vulnerável em razão de sua idade avançada", os acusados não haviam realizado "nenhuma ação prejudicial".

O antigo companheiro da herdeira, Andre Bordes, seu agente, Michel Loulière e François Burel, o secretário geral da fundação Foyer de la Charite, foram processados em 2005 por abuso de fraqueza.

A acusação afirma que foi sob a influência deles que Lily vendeu diversos de seus bens mais valiosos, como o Château Petrus, em Bordeaux. A denúncia afirma que o produto da venda de outra vinícola da herdeira, o Château Lafleur, foi convertido em seguros de saúde para Bordes e Loulière. Além disso, a doação da propriedade Latour-à-Pomerol à fundação de Burel também foi vista como uma ação resultante do abuso dos três acusados.

Lily faleceu em 2006, aos 99 anos. Seu patrimônio era avaliado em mais de 60 milhões de euros.

ESPECIAL: Nobreza engarrafada - A saga e os segredos de um dos vinhos mais disputados por enófilos e investidores internacionais: o Petrus

Confira as últimas notícias do mundo dos vinhos...

+Universidade espanhola inaugura clube do vinho para alunos

+ Especialistas chamam de "absurdos" preços atingidos em leilão na China

+ Duas garrafas de vinho são roubadas de igreja em Paris

+ Alemanha aguarda menor colheita em 25 anos

+ Máquina de vinho pode ser mais um insulto do que uma conveniência para consumidor, diz artigo

Da redação

Publicado em 9 de Novembro de 2010 às 09:19


Notícias