Revista ADEGA
Busca

17.fev - Produção de espumantes no RS aumentou 10%

Produção de espumantes no RS aumentou 10,5% em 2008


O Instituto Brasileiro de Vinho (Ibravin) divulgou neste domingo, dia 15, o resultado das vendas de vinhos espumantes produzidos no Rio Grande do Sul. Ao todo, a produção no estado somou 9,46 milhões de litros em 2008, um aumento de 10,5% em relação a 2007, quando foram comercializados 8,56 milhões de litros.

O anuncio foi feito na cidade gaúcha de Bento Gonçalves durante o encerramento do Projeto Imagem, que reuniu 150 jornalistas, sommeliers e compradores do Brasil e do exterior.

Entre os espumantes, 7,56 milhões de litros foram do tipo brut e démi-sec, um acréscimo de 8% em relação a 2007, e 1,89 milhões de litros de moscatéis, 20% a mais do que no ano anterior.

Dentre os consumidores dos espumantes gaúchos, o estado de São Paulo foi o principal comprador, com cerca de 3 milhões de litros. Rio Grande do Sul foi o segundo colocado, com a compra de 2,5 milhões de litros, seguido pelo Rio de Janeiro, que consumiu 1,1 milhão de litros. Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais e Bahia são os estados que seguem na lista dos compradores. "O crescimento constante na venda de espumantes é resultado da evolução qualitativa dos produtos reconhecida pelos consumidores", explica o diretor-executivo do Ibravin, Carlos Paviani.

Os resultados das vendas em 2008 são baseados nos dados obtidos pela parceria do Cadastro Vinícola, projeto mantido pelo Ibravin com a Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária, Pesca e Agronegócio (Seappa) e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Para 2009 o Insituto planeja um aumento de 15% nas vendas. "Os espumantes caíram no gosto das pessoas, principalmente dos jovens e das mulheres", observa o gerente de Marketing do Ibravin, Diego Bertolini.

Redação
Publicado em 17/02/2009, às 10h51 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h45


Mais Notícias