Revista ADEGA
Busca

Vinho - 19.Out.

Produção vinícola da Itália é a menor dos últimos 60 anos


Em 2011, a produção de vinhos na Itália declinou após 60 anos, afetada pelo tempo quente e seco. Porém, um relatório da industria garante que a qualidade da safra é boa.

A produção caiu de 4,76 bilhões de litros, registrados de 2001 a 2011, para 4,03 bilhões, registrados esse ano de acordo com o relatório da Assoenologi, a associação dos enólogos italianos.

Divulgação

"Estamos diante da colheita mais escassa dos últimos 60 anos. Para encontrar uma quantidade similar, devemos voltar a 1948, quando 4,04 bilhões de litros foram produzidos", informou o relatório.

Segundo o informe, a produção também caiu porque os agricultores italianos destruíram plantações sob o estímulo da União Européia; cerca de 9,3 mil hectares de vinhas foram dizimadas dentro de um programa da UE em 2010, depois de mais de 22 mil hectares já terem sido destruídos em 2008 e 2009.

O programa iniciado em 2008 oferece dinheiro aos menores produtores competitivos para que destruam suas vinhas a fim de reduzir a produção destinada a "lagos de vinho" da Europa.

Os esforços dos produtores italianos para melhorar a qualidade das uvas também contribuíram para reduzir a quantidade, indica o relatório.

Mais notícias sobre vinhos...

Vinhos brasileiros são servidos em Festival de Alimentos na Alemanha Gonzalez Byass lançará linha de Jerez Fino Palma
Nova pesquisa afirma que vinho fortalece os ossos
Espumante Anna Codorníu é o primeiro a ganhar certificado da Carbon Trust
Empresa de vinhos anuncia nova diretora executiva
Lançado aplicativo para smarthphones sobre viagens enoturisticas ao Napa Valley
PLB lança linha de vinhos em copos

Redação
Publicado em 19/10/2011, às 12h32 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h48


Mais Notícias