Vinho - 9.Mai.

Produtor de vinho sul-africano troca barris por ânforas de barro


A vinícola sul-africana, Hamilton Russell Vineyards está descobrindo que suas experiências com ânforas de barro criam vinhos com melhor estrutura do que os amadurecidos em barris.

divulgação
Ânfora usadas para fermentação de vinho na vinícola Hamilton Russell

Desde 2005 a propriedade que fica no Vale Hemel-em-Arde está realizando experiências com fermentação e amadurecimento de pequenas porções de vinhos Chardonnay em ânforas.

"Não é uma coisa completamente biodinâmica", explica o proprietário, Anthony Hamilton Russell. "Não é um experiência pelo sabor, é mais estrutural, permite que o vinho amadureça sem tanino, a melhora forma  de lidar com Chardonnay" observa ele. "Mas tem o mesmo efeito do barril, sem o sabor do carvalho", acrescenta.

Russell tentou primeiro com jarros de terracota, mas eram muito porosos; depois ele passou para o barro, encomendou quatro jarros de 160 litros, que custaram 945 euros. "É quase como comprar uma obra de arte, por causa do preço, mas comparado com os barris, que só podem ser usados por alguns anos, esses daqui permanecem em boas condições por mais de 20 anos, ou até que você o quebre", brincou.

Mais notícias sobre vinhos...

Produtores franceses de vinho se preocupam com novo presidente
Corney & Barow começa vender primeiros vinhos ingleses
Vinícola Gallo e Universal Studios criam clube de filmes e vinhos
Fergie lança marca própria de vinhos
Naked Wines investe 5,5 milhões de euros em novos enólogos

Da redação

Publicado em 9 de Maio de 2012 às 08:02


Notícias