Vinho - 7.Ago

Produtores estão descontentes com novas regras para vinhos orgânicos


As novas regras para o vinho orgânico nos países da União Europeia começaram a vigorar há pouco, mas muitos acham que elas não irão longe. O regulamento, finalizado depois de 20 anos de discussão, passou a valer a partir do dia 1 de agosto.

divulgação
Vinhedos para produção de orgânicos na Austria

Antes das novas regras, os produtores só podiam classificar os vinhos como 'produzidos com uvas orgânicas'.  "Eu não acho que eles são rigorosos o suficiente", reclama Manuel Valenzula, pioneiro dos vinhos 'naturais' na Espanha.

Existe uma preocupação natural em relação aos níveis de dióxido de enxofre em vinhos orgânicos, que costumam ser de 30% a 50% mais baixos que os vinhos tradicionais.

"Nós sabemos que muitos produtores que não estão inteiramente felizes com a regulamentação", disse o chefe da Soil Association Chris Atkinson, que verifica os limites de enxofre usados nos produtos europeus.

Cristiane Saurel, da vinícola biodinamica Montirius em Vacqueyras, no sul francês, diz que entende a necessidade de regulamentações, mas acha que isso não pode se tornar uma regra absoluta, pois cada um sabe como deve proceder para melhorar o solo e adequar a produção da maneira mais natural possível. "Se você pensa de forma orgânica, você sabe o que fazer para melhorar a vida, e isso irá melhorar suas uvas", completou ela.

Mais notícias sobre vinhos...

Paillard ameaça processar Bolinger por copiar garrafa de champanhe
Instituto de Viticultura argentino reconhece moscatel pela lei geral de vinhos
Taylors muda tampa de sua nova linha de champanhe
Enólogo pesquisador George Carter entra para o Hall da Fama dos viticultores
Empresa pesquisa areas para produção de vinhos finos no nordeste brasileiro

Da redação

Publicado em 7 de Agosto de 2012 às 07:33


Notícias