Revista ADEGA
Busca

Vinho - 30.Mar

Proibida propaganda que anuncia beneficios do vinho à saúde


O Conselheiro Geral do Tribunal de Justiça da União Europeia, Ján Mazák, proibiu uma propaganda de vinho na Alemanha, que falava sobre os efeitos benéficos da bebida à saúde.

Divulgação

A decisão começou de um processo entre uma cooperativa vinícola alemã e as autoridades do país que se opuseram ao uso da palavra bekömmlich, que significa saudável, de fácil digestão, nos vinhos comercializados pela cooperativa.

O processo chegou ao conselheiro do Tribunal que proibiu o uso da palavra e qualquer outra publicidade que declarem que a bebida é benéfica, mesmo que isso seja provado cientificamente, que ia contra o regulamente que proibe que propagandas de bebida alcoólica anunciem beneficios à saúde, como forma de evitar o consumo exagerado.

O Tribunal não é obrigado a aceitar a decisão do Conselheiro, mas costumam aprovar suas recomendações. Por hora, os juízes irão deliberar e a sentença será anunciada posteriormente.

Mais notícias sobre vinhos...

Restaurante oferece banhos de champagne em Londres
 Bodegas chilenas recuperam cepas ancestrais
Estudo mostra que enxertos não modificam a qualidade do vinho
Beber vinho reduz risco de morte pós-infarto em homens

Redação
Publicado em 30/03/2012, às 08h08 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h48


Mais Notícias