Vinho - 31.Ago - Na Itália

Propostas de blend com Rosso de Montalcino indigna produtores


Propostas para permitir que o Rosso di Montalcino seja misturado com outras uvas têm divido o mundo do vinho italiano.

Divulgação
Vinícola na denominação de Montalcino
No dia próximo dia 7, produtores de vinho de Montalcino irão votar sobre a divisão do Rosso di Montalcino - a "segunda" denominação de Brunello di Montalcino - em três níveis.

Rosso di Montalcino Sangiovese Superiore, e Rosso di Montalcino Sangiovese se manteriam feitos de uvas 100% Sangiovese, com diferenças no limite de produção.

Um terceiro nível, Rosso de Motalcino, conteria um mínimo de 85% de Sangiovese, com 15% de outras "uvas autorizadas" no blend.

O crítico de vinhos Nicolas Belfrage escreveu uma carta aberta pedindo aos produtores "nos termos mais fortes" para votar contra essa proposta.

"O fator mais forte na identidade Rosso de Motalcino (e, claro, Brunello di Montalcino) é o fato de ser 100% Sangiovese", ele escreveu. "Estou convencido que isso é contra os interesse a longo prazo de Motalcino para permitir qualquer outra variedade de uva no Rosso, da mesma forma que seria fatal para Borgonha, por exemplo, permitir que a Syrah fosse misturada com a Pinot Noir".

Outros concordam: em entrevista ao site Decanter.com, o produtor de Brunello Gianfranco Soldera  afirmou que "qualquer vinho que tenha Montalcino no rótulo deveria ser 100% Sangiovese", e ganhou muitos posts em blogs e twitters.

Por outro lado, Lamberto Frescobaldi, dono da Castelgiocondo, disse que ele "não se opunha à qualquer medida que destacasse a qualidade de Rosso".

"As vendas de Rosso di Montalcino têm sido lentas nos últimos quatro anos, e nós precisamos dinamizar esse vinho, porque tendo um Rosso bem-sucedido, no fim das contas, significa ter um Brunello ainda mais bem-sucedido, já que só os melhores Sangioveses vão para Brunello. Mas ao longo dos anos, alguns produtores plantaram Sangiovese em áreas menos adequadas, baixando a qualidade do Brunello, e baixando ainda mais a do Rosso. Isso prejudica toda a denominação", finalizou Frescobaldi.

Mais notícias sobre vinhos...

+ Diferença entre vinho inglês e vinho britânico confunde consumidores

+ Vinho irá conter alcoolismo na Rússia, diz presidente russo

+ Primeiro clube de vinho kosher do mundo é criado na Argentina

+ Brasil entra na lista dos dez principais países consumidores de vinho do Porto

+ Argentina adota código a laser para verificar autenticidade do vinho

Da redação

Publicado em 31 de Agosto de 2011 às 09:58


Notícias