Protesto contra Trump

Produtor australiano criou rótulo para criticar a administração do novo presidente dos Estados Unidos


Uma vinícola australiana produziu um Chardonnay chamado “Fuck Him” para expressar seu descontentamento com a administração do presidente dos Estados Unidos Donald Trump, especialmente contra sua visão de não aceitar imigrantes e discriminar minorias.
O enólogo Nic Peterkin, da L.A.S Vino, no rio Margaret, afirmou que o Chardonnay Fuck Him “é um dos melhores vinhos que já fez”, assim como um dos mais engajados politicamente. O design do rótulo cria um desenho que se assemelha ao perfil do presidente norte-americano.

Para defender seu ponto, o vinho é descrito como feito de “vinhas importadas da França sob irrigação israelense, cuidadas por um trator italiano, com uvas escolhidas por um grupo de irlandeses, alemães, estonianos e coreanos sob a supervisão de um sulafricano”.


“A questão não era realmente sobre o próprio Trump, mas o que ele representava. O vinho é um produto internacional. Você não poderia ter uma boa garrafa de vinho sem todos esses componentes diferentes. Assim que você ler o rótulo, você saberá que o vinho é sobre ser inclusivo e incorporar o mundo inteiro. O vinho reúne as pessoas independentemente dos seus antecedentes”, afirma Peterkin. A garrafa custa 55 dólares australianos e só é vendida na própria vinícola.

 

Da redação

Publicado em 13 de Abril de 2018 às 09:00


Notícias