Revista ADEGA
Busca

Manifestação em prol do Vinho Brasileiro

Protesto em Porto Alegre levou mais de 4 mil pessoas às ruas


O Movimento em Defesa da Uva e dos Vinhos do Brasil promoveu ontem, dia 3 de julho, em Porto Alegre sua primeira grande manifestação pública. Ameaçados de não ter como absorver a safra de 2009, cerca de 4,5 mil pessoas, entre produtores de uva e de vinhos juntamente com lideranças setoriais, prefeitos, secretários municipais e vereadores de municípios dos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina foram às ruas da capital gaúcha. Durante todo o dia, os manifestantes cobraram providências das autoridades visando assegurar a sobrevivência do setor, que garante emprego e renda há mais de 100 mil pessoas em todo o Brasil, sendo 20 mil famílias só da Região Sul do País. Enquanto nas ruas os participantes da mobilização (foto) ganhavam o apoio dos moradores de Porto Alegre que, do alto dos prédios, aplaudiam e empunhavam garrafas e taças de vinho, os líderes do movimento percorriam os gabinetes dos representantes dos Ministérios da Fazenda, da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário para entregar sua pauta de reivindicações. Na parte da tarde, o documento também foi entregue ao vice-presidente da Assembléia Legislativa, Cassiá Carpes (PTB), ao Chefe da Casa Civil, José Alberto Wenzel (PSDB) e ao Secretário Adjunto da Agricultura, Gilmar Tietböhl. A mobilização dos vitivinicultores já começou a surtir efeito. As lideranças do Movimento serão recebidas por uma equipe técnica da Casa Civil da Presidência da República, na próxima quarta-feira (09), em Brasília.

Redação
Publicado em 04/07/2008, às 13h54 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h45


Mais Notícias