Revista ADEGA
Busca

Vinho - 06.Jun - Mercado

Rendimento de vinícolas no Canadá sobe, demonstrando qualidade de seus vinhos


O rendimento das vinícolas do Canadá cresceu na média anual de 7,6% desde 1998, ultrapassando o setor de bebidas em geral, o qual cresceu 1%, de acordo com um relatório da BMO Capital Markets.

Divulgação
A cerveja se mantém como a principal bebida alcoólica escolhida entre os canadenses, com estimados 10 milhões de consumidores. Mas seu domínio tem diminuído ao passo que eles consomem mais vinho.

"Depois de um período de crescimento lento durante boa parte dos anos noventa, a atividade da indústria de vinho acelerou substancialmente", disse Kenrick Jordan, economista da BMO Capital Markets. "A aceleração reflete uma mudança nas espécies de uvas nativas para uvas de qualidade para vinho".

As vinícolas domésticas, contudo, estão enfrentando diversos desafios e estão tendo que lutar para manter sua parte do mercado canadense, disse o relatório da BMO.

A indústria está fortemente dependente do mercado doméstico, com exportações decaindo de 15% em 2001 a 4% em 2010.

O relatório diz ainda que a indústria de vinho no Canadá precisa focar em ganhar partes do mercado nacional e internacional, fazendo o consumidor perceber a qualidade dos seus produtos.

As exportações provavelmente continuarão a fazer esse papel limitado, apesar da indústria dever procurar países-alvo onde a renda cresceria rápido e o consumo de vinho seja atualmente baixo.

Mais notícias sobre vinhos...

+ Morcegos combatem pragas de insetos nas vinícolas da Califórnia

+ Exportações de vinho da Espanha aumentam, diz relatório da OeMy

+ Índia e União Europeia negociam para reduzir tributação sobre álcool importado

+ Vinícolas brasileiras irão exportar a mais 10 países após Vinexpo 2011

+ Vinícola brasileira colhe uvas a -9°C para produção de Icewine

Redação
Publicado em 06/07/2011, às 09h13 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h47


Mais Notícias