Revista ADEGA
Busca

Rio Grande do Sul exporta vinho para o Japão


Nove vinícolas estão na cidade de Veranópolis, interior gaúcho, para discutir um mercado de exportação até então impensável: o Japão. Conhecida como a "terra da longevidade", o local tem atraído diversos empresários e turistas, incluindo japoneses. Os vitivinicultures gaúchos já exportaram 12,6 mil garrafas de vinho e suco de uva para o Japão.

A primeira parte da exportação (três mil garrafas de vinho e três mil de suco de uva) seguiu para Tóquio no ano passado, para testar a aceitação do produto no mercado. Agora, as restantes 9,6 mil garrafas dos dois produtos aguardam, dentro de um contêiner em Veranópolis, o momento de seguir viagem.

O vinho exportado ao Japão leva a marca Terra da Longevidade, exibida nos rótulos. De acordo com a Prefeitura, em 2000, a expectativa de vida dos moradores chegava 75,5 anos. O ngócio, fechado com uma rede de supermercados do Japão, teve início no ano passado, quando o seu proprietário visitou Veranópolis, atraído pelo slogan da cidade.

Fernando Roveri
Publicado em 09/04/2007, às 14h55 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h44


Mais Notícias