Vinho - 10.Mai.

Rudy Kuriawan é indiciado por vender vinhos falsificados


O milionário acusado de falsificar vinhos, Rudy Kurniawan, foi indicado pelo juro federal em Nova Iorque e será extraditado para a Costa Leste do Estado. Ele foi formalmente acusado por  fraude eletrônica para vender vinho falsificado, fraudar uma companhia de finançase planejando fraudar um coletor de vinho da Califórnia e uma casa de leilões de Nova York.

divulgação
Rudy Kurniawan

Kurniawam, 35, estava no Centro de Detenção Metropolitano em Los angeles desde o dia 8 de março, quando foi preso pelo FBI. Segundo um fonte no Departamente de Justiça será extraditado em breve para Nova York em um avião do governo por um agente federal.

Em fevereiro, 78 garrafas de vinho foram retiratdos de  leilão da Spectrum, em Londres, suspeitos de serem falsos. A acusação alega que os vinhos eram falsos, enviados por um "homem de palha" pago para Kurniawan.

Se Kurniawan fosse condenado em todas as acusações, ele pode pegar até 100 anos de prisão. O mais provável, de acordo com normas de condenação, ele iria enfrentar 87 a 108 meses.


Perguntado sobre o estado  de seu cliente, advogado Kurniawan, Michael Proctor da Caldwell Leslie & Proctor disse: "Ele é forte, muito forte."

Mais notícias sobre vinhos...

Vinícola promove degustação de vinho para apreciadores e seus cachorros
Loja promove degustação de vinho para ajudar hospital
Banda Train inaugura vinícola em São Francisco
Produção de vinhos na Inglaterra cresce 60% nos ultimos cinco anos
Casa de leilões lança champagne para servir em eventos

Da redação

Publicado em 10 de Maio de 2012 às 10:16


Notícias