Vinho - 17.Jun - Atraso

Safras nos EUA atrasam devido ao clima frio na primavera


Vinicultores de Oregon (EUA) estão lidando com mais uma temporada de crescimento atrasado das vinhas por conta do clima frio da primavera.

Divulgação
O crescimento tardio das vinhas torna mais difícil recuperar o atraso
A indústria de vinho de Oregon, de 1,4 bilhão de dólares, cresceu para mais de 400 vinícolas comerciais onde os donos estão tentando equilibrar os efeitos do clima que pode mudar de frio e úmido para quente e seco rapidamente.

Na vinícola Seven of Hearts, o dono Byron Dooley disse que o frio no começo da primavera o atrasou duas semanas. Se ele está aflito, é porque as condições são similares ao ano passado.

"Eu sempre lembro a mim mesmo que não é o que acontece em junho, mas o que acontece em outubro que é o mais crucial", disse Dooley. "Mas 2010 foi a safra mais difícil pela qual eu passei. Eu adoraria não ter que fazer tudo isso de novo".

Um crescimento tardio das vinhas torna mais difícil recuperar o atraso totalmente. E quando o sol do verão chegar, picos de calor fora de época podem sobrecarregar as uvas com muito açúcar, resultando em vinhos desequilibrados.

Se a safra estiver muito atrasada, as chuvas de outono podem ameaçar a colheita, a qual precisa de tempo considerável pendurada na vinha para desenvolver a mistura ideal de ácidos e açúcares.

"Na minha cabeça, vinhos de safras atrasadas são sempre melhores que aqueles de safra antecipada", disse Sam Tannahill, chefe da Oregon Wine Board. "Safras atrasadas, claro, requerem mais tempo suspensas".

Mais notícias sobre vinhos...

+ Bodegas se reúnem para a maior feira de âmbito mundial, a Vinexpo

+ Nos EUA, garrafas de vinho começam a ser reutilizadas

+ Conferência em Barcelona mobiliza vinicultores em prol do meio ambiente

+ Casal norte-americano transforma escola do século 19 em vinícola

+ Baseado nos benefícios à saúde que o vinho traz, novo método de pontuação é criado

Da redação

Publicado em 17 de Junho de 2011 às 10:12


Notícias