Revista ADEGA
Busca

Vinho - 01.Mar - Recomeço

Sérvia sonha com prestígio no cenário vinícola mundial


Atualmente, a Sérvia não é um país de destaque no mundo do vinho e possui menos de 15 mil hectares destinados ao plantio. Mas isto já foi diferente. Em meados do século passado, se cultivavam cerca de 100 mil hectares de vinhas, número que na década de 90 caiu para 80 mil.

Os grandes produtores da ex-Iuguslávia, que exportavam vinhos a mais de 70 países, tiveram seu negócio arruinado e se fragmentaram. Desde então, buscam a revitalização da vinicultura sérvia.

"Mudamos o estilo de produção de vinho. Os pequenos produtores se centram na qualidade, não na quantidade. Sua orientação é, sem dúvidas, a qualidade. Este é um novo começo para a Sérvia", explica Miodrag Radovanovic, um dos maiores produtores do país.

Os experts afirmam que os vinicultores deveriam dedicar-se mais ao cultivo de espécies novas, elaboradas em institutos nacionais, do que nas de maior prestígio, já que desta maneira irão conseguir produtos específicos e competitivos neste mundo que anseia por novidades.

A Sérvia produz entre 150 e 200 milhões de litros de vinho por ano, dos quais apenas 25 mi são destinados à exportação. Desde 2005, houve um ligeiro aumento nas vendas internacionais, especialmente para a Rússia, mas também para outros países próximos, como Alemanha e Áustria.

Agora, como nunca antes, muitos jovens desejam conhecer melhor o vinho e escutar e ler sobre ele, para desta forma, aprender a degustá-lo e interagir com outras pessoas.

Radovanovic aposta suas fichas no país. Segundo ele, "a Sérvia tem boa posição geográfica e grande potencial para produzir vinhos de boa qualidade. Além disso, o clima mais ameno, sem muito frio ou muito calor, também ajuda na produção".

Atualmente a bebida da moda no país, o vinho exige atenção especial, tanto em seu consumo quanto na utilização de taças, na harmonização com comidas e na escolha do ambiente propício.

Confira as últimas notícias sobre o mundo dos vinhos...

+ Plantações chilenas sofrem com as consequências do terremoto
+ O Melhor Vinho do Dia: Um branco à moda italiana!

+ E&J Gallo será processada pelo escândalo de adulteração de Pinot Noir
+ Pinotage mais caro do mundo é lançado na África do Sul
+ Tim Atkin vai trocar o "Observer" pelo "The Times"

Redação
Publicado em 01/03/2010, às 14h46 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias