Revista ADEGA
Busca

19.fev - Setor vitivinícola espanhol

Setor vitivinícola espanhol estuda o uso de novas tecnologias na produção


Algumas tecnologias, comumente usadas em outras regiões, estão sendo incorporadas com sucesso no desenvolvimento de vinhos espanhóis. Alternativas como os produtos originados de carvalho e a utilização de micro-oxigenação são opções que se apresentam como boas alternativas para se obter um produto final melhor estruturado.

A utilização de carvalho na elaboração de vinhos juntamente com a dosagem de pequenas quantidades de oxigênio (micro-oxigenação) são duas técnicas utilizadas em muitas vinícolas produtoras de vinhos com uma maior complexidade de aroma e sabor.  

Na Espanha, o uso dessas alternativas ainda não é visto com bons olhos no setor  vitivinícola, que ainda defende o tradicional uso de barricas, por exemplo.


Por este motivo, muitos encontros e palestras estão acontecendo por lá, com o intuito de se discutir essas questões. As conferências são organizadas pelo Grupo de Investigación de Procesos Enológicos de la Universidad de Valladolid e são financiados pela Diputación Provincial de Palencia, com patrocínio de empresas e organismos, tais como indústria Nomacork e O2W. A equipe de pesquisa é composta por professores de diferentes áreas que têm trabalhado juntos há mais de dez anos desde a criação do Bacharelado em Enologia, implementado na Universidade de Valladolid em 1997.

Leia mais sobre novas tecnologias em:

+ O papel do Dióxido de Enxofre (SO2) nos vinhos

Redação
Publicado em 19/02/2009, às 11h16 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h45


Mais Notícias