27.jan - Substância que prolonga a vida

Substância que prolonga a vida


Há quase vinte anos atrás o chamado paradoxo francês veio à tona. A questão sugeria que o francês - apesar de uma alta dieta de gordura e alto consumo de vinho - tinha uma notável baixa incidência de doenças cardíacas, em comparação com os americanos. A maioria dos pesquisadores na época concordou que havia alguma coisa no vinho que oferecia proteção. Alguns anos mais tarde, mesmos os profissionais mais cautelosos em relação à dieta humana afirmam que o consumo moderado de vinho tinto pode ser benéfico para a saúde.

Agora, vários cientistas dos Estados Unidos podem ter identificado uma substância no vinho tinto chamada resveratrol que pode fazer mais do que simplesmente proteger o coração, pois em concentrações muito elevadas pode aumentar significativamente a vida. Além disso, a substância previne uma série de doenças relacionadas á idade.

Se o estudo for comprovado e os teste derem certo, em breve todos nós poderemos ingerir pílulas e resveatrol e quem sabe ganhar mais uma ou duas décadas de vida!

O pesquisador Doutor Christoph Westphal afirma que se a promessa é verdade, poderemos mudar para melhor a nossa saúde e qualidade de vida.

As pílulas teriam uma quantidade concentrada da substancia equivalente ao se ingeríssemos 1000 garrafas de vinho por dia.

É importante ressaltar que a pílula por si só não prolonga a vida, mas pode ajudar a prevenir doenças do envelhecimento, como Alzheimer, diabetes, doenças cardíacas e até mesmo câncer. O que a pílula faria é ativar sistemas naturais do organismo, como a defesa contra as doenças genéticas.

O resveratrol foi testado em camundongos e os resultados têm sido animadores. Em um teste, dois ratos foram alimentados com uma dieta de alta gordura por 12 semanas; quando colocados sobre uma esteira, o rato que recebeu altas doses de resvesratrol correu duas vezes mais.

Da redação

Publicado em 27 de Janeiro de 2009 às 13:05


Notícias