Revista ADEGA
Busca

Tempestades arrasam a conhecida região do Douro


Pelo terceiro ano consecutivo, o Douro voltou a ser castigado pelo mau tempo, com fortes tempestades e chuvas de granizo. Assim como nos anos anteriores, causaram grandes prejuízos, e a produção de Vinho do Porto foi a mais afetada.

Na região duriense foram muitos os pequenos agricultores que viram suas produções arrasadas pelos temporais, uma situação ainda mais preocupante quando a maioria não possui seguro de colheita.


Apesar das freguesias de Ervedosa do Douro e Castanheira do Sul, na província de São João da Pesqueira, terem sido umas das mais afetadas, em Sabrosa os agricultores falam em prejuízos de 80 a 90 por cento dos vinhedos, a principal fonte de rendimento da produção local. Já em Alijó foram afetados cerca de 800 hectares de vinha, destinados à produção de Vinho do Porto.

Desde a última terça-feira, os agricultores que tiveram as suas colheitas destruídas pelo mau tempo recebem cálcio oferecido pelo Ministério da Agricultura para fazer o tratamento das vinhas afetadas, após a visita do Ministro Jaime Silva. A distribuição é feita gratuitamente pela Direção Regional de Agricultura de Trás-os-Montes e Alto Douro, em colaboração com as Câmaras Municipais e Juntas de Freguesia das áreas atingidas.

Fernando Roveri
Publicado em 26/06/2006, às 11h36 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h43


Mais Notícias