Revista ADEGA
Busca

Vinho - 17. Fev - MEr

Terceiro trimestre espanhol de 2010 é marcado pela baixa venda dos vinhos


O consumo de vinhos nos restaurantes e bares espanhóis caiu fortemente no terceiro trimestre de 2010, sendo considerado a pior fase da história, ou seja, no período perdeu-se um terço das vendas. Um dos principais fatores para esta queda é a luta rigorosa contra o álcool que é realizado pelo Departamento de Trânsito local. Sendo assim, somente os hotéis obtiveram aumento nas vendas em valor de 11,7% e 30% em volume.#i255568|E#

De acordo com o publicado pelo Ministério do Meio Ambiente e Assuntos Rurais e Marinho, e analisados pelo Observatório Espanhol do Mercado do Vinho mostram que no mês de setembro de 2010, houve uma queda nas vendas em valores, 9,2%, e em volume cerca de 12,3%, um total de 871,6 milhões de euros e 222,4 milhões de litros. Além disso, o preço do produto obteve aumento de 14 centavos, quando comparado ao mesmo período do ano anterior, chegando a custar 3,92 euros por litro.

Em todos os tipos de estabelecimento com exceção dos hotéis, principalmente no período noturno, as vendas caíram cerca de 33% em valor e 31% em volume. Estes locais que obtiveram esta queda registraram as baixas de 68,5 milhões de euros e 25,4 milhões de litros, quando comparado ao trimestre de 2009.

Estas baixas em valor tanto quanto em volume, representam a redução nas vendas de vinhos sem denominação de origem, que perdem em valor cerca de 20%, e em volume 18,3%. Já os vinhos com denominação de origem caem menos, cerca de 6% em valor e 6,5% em volume. As compras por atacado perderam mais de 50 milhões de euros e 18 milhões de litros no período.

Redação
Publicado em 14/02/2011, às 07h30 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h47


Mais Notícias