30.jun - Turismo do vinho cresce na Espanha

Turismo do vinho ganha mais adeptos na Espanha


Os números são modestos - não mais de um milhão e meio de pessoas por ano - mas o enoturismo, muito concentrado na França e Itália, ou no vale californiano de Napa, segue avançando pela Espanha, o maior vinhedo do mundo.

Segundo o Instituto Espanhol de Comércio Exterior (ICEX), na Espanha, um país com tradição vinícola existente desde o tempo dos romanos, há 1,16 milhões de hectares de terra em que se cultiva uva, das quais 94,4 por cento se destinam à elaboração de vinho.Apesar disso, a Espanha é o tercero país que mais produz vinho, ficando atrás de França e Itália. Já nas exportações, a Espanha ocupa o segundo lugar no ranking mundial, superada apenas pela Itália.

De acordo com o Ministério de Meio Ambiente e Meio Rural da Espanha, cada espanhol bebe em média de 18,57 litros de vinho por ano, o que estima um gasto de 57,01 euros per capita. O consumo total somou mais de 844 milhões de litros, um valor de 2.591 milhões de euros.

As principais Rotas do Vinho da Espanha são Ribera del Duero, Rioja Alta, Condado de Huelva, Ycoden-Daute-Isora, Alicante e Ribera del Guadiana, uma das seis Rotas do Vinho que ainda está pendente de certificação por parte da Associação Espanhola de Cidades do Vinho.


Mais notícias sobre vinhos da Espanha:

+ Rioja perde espaço para outras DOCs espanholas
Vinícola espanhola lança vinho na China
+ Espanha investe 32 milhões de euros na promoção de vinhos
+ Espanha promoverá vinhos na Coreia do Sul
+ Cresce a venda de vinhos finos de Castilla e León
Da redação

Publicado em 30 de Junho de 2009 às 12:48


Notícias