Exportou 5,4 bi de euros

Itália se torna maior produtora de vinhos do mundo

Uma em cada cinco garrafas vendidas em 2015 veio de vinícolas do país


Em 2015, a Itália exportou 5,4 bilhões de euros em vinho. Uma a cada cinco garrafas de vinho produzidas no mundo era italiana. Um recorde. O aumento de 575% ao longo de trinta anos trouxe o país de volta ao mapa do vinho.

Vinhedos na região da Toscana

Segundo a Organização Mundial do Vinho (OIV), a Itália se tornou o maior produtor da bebida em 2015, seguido pela França. A produção italiana aumentou em 10% de hectolitros no último ano, saltando para 48,9 milhões de hectolitros, enquanto a França estagnou em 47,3 milhões.

Em 1986, dezenas de pessoas foram envenenadas por um vinho de mesa adulterado. O incidente distorceu por muito tempo a imagem das garrafas italianas.

O salto de qualidade e exportação dos vinhos italianos se deu pelo aumento das denominações: 66% das garrafas vendidas no exterior são classificadas em DOG/DOC (Denominação de Origem Controlada/Garantida) ou IGT (Indicação Geográfica Típica). A Itália é o primeiro colocado entre os países da Europa por número de vinhos classificados, são 73 DOCG, 23 DOC e 118 IGT. 

 

Da redação

Publicado em 11 de Março de 2016 às 12:39


Notícias