Revista ADEGA
Busca

União Européia continua dividida em relação à reforma do setor vinícola


Os ministros europeus da Agricultura estão divididos em relação às novas propostas da Comissão Européia para reformar o setor vinícola, em particular na questão da destruição dos vinhos. A Comissão deve apresentar, em 4 de julho, um novo plano para por fim a excessiva produção de vinho na União Européia. Para isso, pretendem destruir 200 mil hectares de vinhedos.

O projeto inicial era destruir 400 mil, o que causou uma enorme polêmica entre os 27 Estados-membros do bloco e profissionais do setor. No entanto, a comissária européia de Agricultura, Mariann Fischer Boel, insiste de que se trata de uma medida social para os produtores em dificuldades que querem reduzir sua superfície ou abandonar a profissão.

Fernando Roveri
Publicado em 22/05/2007, às 15h13 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h44


Mais Notícias