Vinho - 27.Mar

União Europeia cria projeto para revitalizar vinhedos de ex-mafioso


Um projeto criado pela União Européia está arrecadando fundos para ajudar a revitalizar vinhedos confiscados de um ex-chefe da máfia, que morreu em 2008 na prisão.

divulgação
Michele Greco, ex-chefe da máfia italiana

Os vinhedos, que possuem 150 hectares, pertenciam ao ex-mafioso Michele Greco e serão revitalizados com o fundo de 1,2 bilhões que foram arrecadados até agora para o projeto que irá revitalizar os vinhedos na Sicilia, Calabria, Puglia e Campagna, para recolocá-los como parte da economia legal.

 "The Pope", como era conhecido Greco, foi um dos mandantes de  do grupo mafioso Cosa Nostra, ordenando milhares de mortes, incluindo o assassinato de um dos principais membros anti-máfia, Carlo Alberto Dalla Chiesa e sua mulher em 1982.

O projeto de investimento pretende impulsionar a economia do país, com a criação de empregos que ajudarão a estabelecer uma cultura que rejeita, ao invés de proteger, o crime organizado; e  também colocará terras confiscadas pelas autoridades de volta para o uso produtivo.

"O que era um símbolo da força econômica da máfia agora está se tornando um símbolo do renascimento da Sicília", disse o comissário da econômica siciliana, Gaetano Armao

As terras serão redistribuídas para novos donos que estejam interessados em cultivar uvas viníferas; "Agora os vinhedos podem ser entregues a outros donos, a maior parte das vinhas morreu e precisa ser replantada" disse o porta-voz do projeto de Francesco Galante.

Mais notícias sobre vinhos...

Espanha desenvolve estudo para diminuir concentração de aminas em vinhos
Exportações de vinhos superam mercado automotivo na Itália
Sotheby realiza segundo maior leilão de vinhos da sua história
Embaixador turco acusado de usar dinheiro público para comprar vinhos
Criado primeiro colégio oficial de enólogos na Espanha

Da redação

Publicado em 27 de Março de 2012 às 07:54


Notícias