Revista ADEGA
Busca

Vinho - 24.Out

Uvas pouco irrigadas continuamente produzem mosto ruim


Uma equipe de investigadores da Universidade Politécnica de Madrid (UPM) concluiu que, ao contrário da crença popular, a falta de água de maneira continua nos vinhedos produz mostos de menor qualidade. "A irrigação racional é mais adequada para melhorar as plantações", diz um comunicado da Universidade.

divulgação

Durante cinco anos a equipe estudou os efeitos da quantidade de água utilizada na irrigação, sua distribuição de tempo e a qualidade do mosto, para ajudar produtores a obterem um produto de melhor qualidade.

O estudo foi feito com a uva Cabernet Sauvignon, pois, embora seja apenas 2,25% da superfície das variedades tintas cultivadas na Espanha, é mundialmente a variedade mais elaborada - 270.000 hectares -, e a mais difundida.

Os resultados mostraram que as campanhas com pouca água apresentaram uma redução na colheita, na fertilidade e no crescimento da planta e dos brotos. Isso produz diferenças no mosto, diminuindo também a quantidade de polifenóis do vinho. As uvas respondem melhor à quantidade de água disponivel do que à sua distribuição pelos vinhedos.

Mais notícias sobre vinhos...

Concurso elege companhias aéras com os melhores vinhos
Brasil é o terceiro maior mercado de vinhos do Douro
Leilão beneficente da Christies bate recorde de venda
Governo cancela salvaguarda para vinhos estrangeiros
Estudo mostra que 92% dos espanhóis preferem rolhas de cortiça

Redação
Publicado em 24/10/2012, às 09h38 - Atualizado em 15/06/2015, às 11h57


Mais Notícias