Revista ADEGA
Busca

Vinho - 06.Jun - Do navio naufragado

Venda de Champagne de 200 anos bate "recorde"


Divulgação
Veuve Clicquot foi vendida por 30 mil euros
Segundo o site Decanter.com, a garrafa de 200 anos encontrada em navio naufragado no mar Báltico alcançou um preço recorde de venda no leilão. Identificada como Veuve Clicquot, ela faz parte de um conjunto de 168 garrafas encontradas no ano passado datadas de meados de 1830 no arquipélago de Åland, na Finlândia.

Ela foi vendida para um comprador anônimo de Singapura por 30 mil euros pela casa de leilões de Nova Iorque Acker Merrall & Condit. O evento ocorreu na última sexta-feira, em Marienhamn, capital do arquipélago autônomo de Åland, entre a Finlândia e a Suécia, perto de onde as garrafas foram encontradas.

Acker disse que o mesmo comprador pagou 24 mil euros para outro Champagne da coleção, da hoje extinta casa Juglar.

Perita na bebida, a editora da Fine Champagne magazine Essi Avellan MW degustou algumas das garrafas em novembro e disse que ficou impressionada pela sua frescura.

ConheçaOMelhorVinho.com.bre procure

o vinho ideal para o Dia dos Namorados!

"O Juglar era harmonioso e completo, enquanto o aroma do Veuve Clicquot era irresistivelmente pungente e defumado, de cor dourada e adocicado (.), mas o palato retém um frescor e imensa concentração".

Enquanto a casa de leilão alega que o preço pago pelo Veuve é um recorde, ainda não se foi confirmado. Outros recordes na venda de Champagnes raros foram listados pela Acker: em março de 2009, foi vendida uma garrafa de 1928 Krug em Hong Kong por 15900 euros, e duas garrafas de Dom Pergnon Rosé foram vendidas por 27 600 euros cada.

De acordo com a BBC, as autoridades de Åland querem tornar o leilão de Champagne em um evento anual para impulsionar o turismo.

ESPECIAL:Menos borbulhas no champanhe - Após anos de prosperidade "eterna", crise econômica mundial faz a região de Champagne se mexer

Mais notícias sobre vinhos...

+ Produtora australiana compra premiada vinícola na Tasmânia

+ Na Espanha, cai quase 9% consumo de vinho em domicílios

+ Fraudes de empresas de exportação de vinho nos EUA são descobertas

+ Domaine Clarence Dillon celebra aniversário com venda de adegas de madeira

+ Moët Hennessy produzirá espumante na China

Redação
Publicado em 06/06/2011, às 06h22 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h47


Mais Notícias