Revista ADEGA
Busca

Vinho - 29. Mar - Bodegas chilenas recuperam cepas ancestrais


Graças ao esforço de um grupo de bodegas chilenas, antigas cepas de origem europeia que estavam caindo no esquecimento, como a Carignan, País e Moscatel de Alexandria, estão voltando a figurar nos rótulos do país.
Luna Garcia - Estudio Gastronomico
O diretor do Centro Tecnológico de la Vid y el Vino, Yenko Moreno, afirmou que o projeto trata de resgatar raízes. "É uma nova visão de como fazer um vinho distinto com uma uva que foi considerada bastarda". O vinho chileno é visto como um vinho de boa qualidade e mais ou menos acessível, e o que os produtores querem mostrar é que, se for pago um pouco mais, é possível conseguir um produto muio melhor. "A ideia é competir com a Espanha, França e Itália, que são países que tem marketing muito forte", explicou. 


Mais notícias sobre vinhos...

Estudo mostra que enxertos não modificam a qualidade do vinho
Beber vinho reduz risco de morte pós-infarto em homens
Fundação realiza harmonizaçao de vinho para construção de casa de repouso
Morre John Avery, um dos mais importantes vendedores de vinhos da Inglaterra
Vendas de vinho crescem 181% na última década no Canadá

Redação
Publicado em 29/03/2012, às 09h00 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h48


Mais Notícias