Vinho ajuda a melhorar fluência em línguas estrangeiras

Um estudo publicado no Journal of Pharmacology aponta que beber uma pequena quantidade de álcool pode ajudar com a pronúncia



Já dizia o dito de uma estampa de camiseta bem-humorada: “O vinho aumenta la capacitè di parlare in other languages”. Um estudo publicado no Journal of Pharmacology aponta que beber uma pequena quantidade de álcool pode melhorar a fluência em uma língua estrangeira.

Uma equipe de pesquisadores do Reino Unido, Alemanha e Holanda recrutou 50 falantes nativos de alemão da Universidade de Maastricht. Cada participante aprendeu a ler, escrever e falar em holandês, e passou recentemente por um exame para demonstrar seu aprendizado.


Eles foram convidados a realizar uma conversa gravada de dois minutos em holandês com um entrevistador. Antes do bate-papo, metade deles recebeu um pouco de água para beber, enquanto os outros receberam uma bebida alcoólica. Após a conversa, os participantes classificaram suas próprias performances com base no vocabulário, pronúncia, escolha de palavras, compreensão, fluência e qualidade geral. Apesar de os pesquisadores temerem que o grupo que consumiu álcool supervalorizasse seu desempenho, suas pontuações não diferiram significativamente das do grupo de controle.


Após a conclusão dos testes, as conversas foram ouvidas por dois falantes holandeses nativos, que as avaliaram. E aqueles que consumiram álcool foram significativamente melhores do que o grupo de controle, especialmente quando se tratava de pronúncia.
Os autores do estudo especulam que as propriedades de redução da tensão do álcool
podem ajudar a aliviar a ansiedade da fala, que está associada a sentimentos de desconforto e apreensão ao aprender ou usar outra língua

Da redação

Publicado em 16 de Maio de 2018 às 09:00


Notícias