Revista ADEGA
Busca

23.jan - Vinho com impressão digital

Vinho com impressão digital


Dois cientistas forenses na Universidade de Western, Austrália, encontraram uma maneira de provar quimicamente a origem de um vinho.


Alex Martin e John Watling utilizaram uma técnica chamada espectrometria de massa para determinar a composição química de 400 vinhos australianos, seria como identificar a 'impressão digital' de cada vinho. .


Esta 'impressão digital' é composta pela concentração de mais de 60 elementos, que variam de acordo com a composição do solo da região e da variedade da uva.


Vinhos feitos com uma determinada uva em uma região têm impressões digitais químicas similares, enquanto vinhos feitos com o mesmo tipo de uva mas em regiões diferentes apresentam elementos químicos diferentes.


O próximo passo da pesquisa pe a construção de um arquivo de dados com vinhos de todo o mundo. Com isso será possível identificar a origem de uma amostra desconhecida vinho, comparando a sua impressão digital com a dos demais vinhos do arquivo.

Redação
Publicado em 23/01/2009, às 11h52 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h45


Mais Notícias