Revista ADEGA
Busca

Vinho do Porto aumenta produção


A produção de Vinhos do Porto vai aumentar este ano. De acordo com dados divulgados pelo Instituto dos Vinhos do Porto e Douro, 123.500 pipas serão transformadas em Vinho do Porto este ano, o que significa um aumento de 3.500 pipas em relação à última colheita.

Este aumento na quantidade de vinho para a próxima colheita, que se inicia em setembro, trará benefícios para os viticultores da Região Demarcada do Douro. A quantidade foi definida pelo Conselho Interprofissional do Instituto, composto por 12 conselheiros, seis representantes do comércio e seis para o número de produção. Em 2005, a quantidade máxima permitida era de 120 mil pipas, o que representou uma diminuição de seis mil pipas em relação ao ano anterior. Em 2004, o benefício atribuído foi de 126 mil pipas, um acréscimo de 18.100 comparado a 2003, quando o número era de 107.900 pipas de Vinho do Porto, o número mais baixo dos últimos dez anos.

Apesar do crescimento dos números, a Casa do Douro votou contra o número estabelecido para a produção neste ano. Segundo o presidente da Casa, Manuel Antônio Santos, a produção "quis responsabilizar totalmente" o IVDP e a Associação de Empresas do Vinho do Porto, que votaram a favor do número de pipas estabelecido. Para ele, há de questões que precisam ser definidas, como o preço mínimo do Vinho do Porto. Santos considera que o número aprovado poderá ser benéfico se, no final do ano, não se verificarem excedentes na produção de vinho na região, além de ser permitido um aumento nos preços. Caso contrário, se houver excedentes e o preço permanecer o mesmo, esse número pode culminar em uma crise na Região Demarcada do Douro.

Fernando Roveri
Publicado em 12/07/2006, às 11h52 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h43


Mais Notícias