Revista ADEGA
Busca

15.mai - Vinho pode ajudar Dilma Rousseff

Vinho pode combater linfoma de Dilma Rousseff, diz pesquisa


Segundo um estudo realizado pela Yale School of Public Health, beber vinho pode aumentar as chances de sobrevivência das portadoras do linfoma não-Hodgkin, o mesmo tipo de câncer que foi diagnosticado na ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff.

"Em consonância com pesquisas feitas anteriormente, a nossa confirma que beber vinho moderadamente ajuda as pacientes na luta contra o câncer do sistema linfático", afirmou Xuesong Han, que coordenou durante doze anos o estudo feito com 546 mulheres.

De acordo com os resultados, 76% das pacientes que bebiam vinho regularmente ainda estavam vivas depois de cinco anos do diagnóstico do linfoma, contra 68% das que não bebiam. Passados outros sete anos, 70% das mulheres do primeiro grupo se recuperaram, enquanto apenas 65% do segundo tiveram a mesma sorte.

"Nosso estudo mostra que os antioxidantes presentes no vinho inibem o desenvolvimento do câncer, mas que beber em excesso é sempre danoso", concluiu Han.

+ Mais notícias sobre vinho e saúde:

+ Mulher & vinho: uma harmonização perfeita

+ O vinho e o Paradoxo Francês

+ O vinho e a saúde

+ Vinho e dietas

Redação
Publicado em 15/05/2009, às 12h04 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h46


Mais Notícias