Revista ADEGA
Busca

Novas evidências

Vinho reduz risco cardiovascular de portadores de diabetes

Estudo israelense mostra que tanto o tinto quanto o branco contribuíram para baixar concentração de açúcar e colesterol no sangue de pessoas com a doença


Um estudo realizado em Israel pela Universidade de Bem-Gurion deu novas evidência de que o consumo de vinho pode ajudar quem sofre com o diabetes tipo 2. Denominado CASCADE (Cardiovascular Diabetes e Etanol), o trabalho acompanhou 224 pessoas portadoras da doença, que causa um aumento da concentração de glicose no sangue.

As pessoas portadoras de diabetes que participaram do estudo foram divididas em três grupos. O primeiro consumiu 150 ml de água mineral durante o jantar por dois anos seguidos. O segundo ingeriu a mesma quantidade de vinho branco. E o terceiro, tomou os mesmos 150 ml só que de vinho tinto. Todos seguiram uma dieta mediterrânea e sem restrição de calorias.

Os resultados mostraram que o vinho tinto aparentemente trouxe benefícios cardiovasculares, sobretudo por conta da redução do chamado colesterol ruim no sangue, diminuindo o risco de infarte e derrame. Tanto o tinto quanto o branco melhoraram o controle de açúcar entre os que metabolizaram o álcool mais lentamente (80% dos pesquisados).

Segundo o professor Iris Shai, que integrou o estudo da Universade de Bem-Gurion, esta é mais uma evidência dos benefícios do vinho para quem convive com o diabetes. “O consumo moderado de vinho, especialmente tinto, como parte de uma dieta saudável pelas pessoas que têm diabetes bem controlado, aparentemente é seguro e, de certa forma, diminui o risco de ocorrência de problemas associados ao cardiometabolismo”, diz o pesquisador. 


Publicado em 27/11/2015, às 13h38 - Atualizado em 03/12/2015, às 16h29


Mais Notícias