Revista ADEGA
Busca

Vinho - 02.Mai - Saúde

Vinho tinto diminui chances de desenvolver "tremedeira"


Luna Garcia
Vinho tinto diminui o risco de "tremedeira"
Estudos recentes mostram que beber vinho com frequência diminui o risco de desenvolver tremores. Entre as pessoas acima de 65 anos, 4,6% sofrem de tremor essencial - movimento involuntário e contínuo que se intensifica com a idade.

Bebendo quatro ou cinco taças de vinho tinto por dia, num período de 30 anos, os riscos de desenvolver tremores caem em 86%, segundo a pesquisa publicada no periódico Movement Disorders. Já com três taças, o risco diminui 65%.

Isso pode ocorrer devido aos antioxidantes presentes no vinho tinto, que criam um efeito de proteção a longo prazo. A pesquisa, contudo, admite que essas são apenas hipóteses. Das 22 pessoas que desenvolveram tremor essencial ao longo da pesquisa, 19 se encaixavam no perfil de menor risco.

Segundo os autores, "os resultados devem ser interpretados com cautela. Ainda são necessários estudos mais aprofundados para avaliar se o vinho de fato evita o desenvolvimento de tremor essencial".

Mais notícias sobre o mundo dos vinhos...

+Expovinis chega ao fim e ADEGA agradece a visita de todos+Robert Parker viaja à Espanha para participar de evento e ser homenageado +Vinícola espanhola estampa raízes de videiras em rótulos de nova linha de vinhos + Vinícola argentina aposta em conceito do "velho oeste" para estampar seus rótulos + Em Londres, vinhos brasileiros serão destaques em importante evento mundial

Redação
Publicado em 02/05/2011, às 10h03 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h47


Mais Notícias