Vinho - 24.Jan - Mercado

Vinhos australianos e neozelandeses ganham espaço no Reino Unido


Hunter Valley, na Austrália, é uma das regiões abordadas pela Hallowed Ground
Duas das regiões que mais crescem e impressionam no mundo do vinho, Austrália e Nova Zelândia ganharam destaque no setor vitivinícola britânico esta semana. Comandado pelas empresárias Amelia Jukes e Elodie Cameron, a importadora Hallowed Ground está levando 25 vinhos dos países da Oceania para o mercado local.

Com vasta experiência no setor, Jukes e Cameron criaram o que chamam de um grupo de filiação que visa dar aos produtores australianos e neozelandeses total controle sobre seus produtos, evitando que as marcas sejam desvalorizadas com os grandes descontos que vinham atormentando o mercado vitivinícolas dessas regiões nos últimos anos.

Com essa política, a Hallowed Ground está levando ao mercado britânico 25 vinhos australianos e neozelandeses, de regiões como Hunter Valley, Mornington, Barossa - na Austrália -, e Marlborough, na Nova Zelândia.

Para comemorar a chegada destes vinhos ao Reino Unido, as empresárias promoveram neste fim de semana uma degustação em Londres, e a impressão foi boa de grande parte dos rótulos. Esta é apenas mais uma prova de que os vinhos da Oceania ganham cada vez mais espaço no mercado internacional.

Mais notícias sobre o mundo dos vinhos...

Após susto com a crise, norte-americanos aumentam consumo de vinhos acima de 20 dólares
Colega de Robert Parker faz visita à Espanha para provar vinhos catalães

Mesmo afetadas pelas chuvas, vinícolas australianas ajudam vítimas das enchentes

Presidente da Academia de Vinhos Espanhola vira membro de projeto climático

Diretor de companhia de investimento de vinhos é preso por desvio de verbas

Da redação

Publicado em 24 de Janeiro de 2011 às 14:27


Notícias