Revista ADEGA
Busca

Vinhos com castas cultivadas em cemitério

Rótulos podem ser comprados pela internet por até US$ 37 dólares


(foto ilustrativa)

Diocese de Oakland, nos Estados Unidos, vende vinhos feitos com uvas cultivadas dentro de cemitério local.  Em 2006, as vinhas foram plantadas apenas para fins estéticos, mas, em 2009, houve a primeira safra que foi utilizada em vinhos canônicos – vinhos utilizados nas igrejas católicas.

Shauna Rosenblum, enóloga responsável pela vinha no cemitério, nomeou a novidade de Bishop’s Vineyard (Vinha do Bispo, em tradução literal).

Os vinhos possuem variação das castas: Pinot Noir, Zinfandel, Chardonnay, Cabernet Sauvignon etc. Todos os rótulos são vendidos on-line por até US$ 37 a garrafa e o valor arrecadado é revertido para apoio de escolas católicas.

“Definitivamente não há piadas que se pode fazer sobre os vinhos terem uma mineralidade específica”, brinca a enóloga, Shauna Rosenblum. 

Redação
Publicado em 02/10/2015, às 12h20 - Atualizado às 12h35


Mais Notícias