Revista ADEGA
Busca

Vinho - 14.Out.

Vinhos de mesa de baixa qualidade serão vendidos para fabricação de álcool etílico


O setor de vinhos de denominação de origem Montilla-Moriles está realizando operações de vendas massivas de vinhos de segunda classe, que não condizem com o seu  quadro de critérios de qualidade, que serão destilados a destilação para obtenção de álcool etílico.

Divulgação

As operações que alcançam um volume entre 5 e 6 milhões de litros permitem eliminar o excedente de produção e melhorando a liquidez dos fornecedores, sobretudo cooperativas.

O presidente da cooperativa La aurora, Juan Rafael Portero Criado diz que as vendas beneficiam a todos já que eliminam um produto difícil de vendar, e aumentam a disponibilidade de fundos. Os preços variam de acordo com o estado do vinho.

No geral, Portero entende que os preços pagos pelas destilarias seriam similares aos valores de venda desses vinhos no mercado.

Além do mais, o descarte desses vinhos de baixa qualidade, garante que somente vinhos de alta qualidade irão ser vendidos ao consumidor, sem causar prejuízos ao produtor.

   Mais notícias sobre vinhos...

+ Empresas se unem para instalar o maior sistema de energia solar em adega

+ Universidade de Sonoma terá programa de aulas online

+ Astrolabe calcula perda de cerca de £400 em navio encalhado
+Dono de vinhedo constrói adega para vinhos vintage

+Chuvas causam danos a viticultores em Sonoma County
+Nova lei dinamiza processo de armazenamento de água para vinícolas na Califórnia
+ Chefe da Comissão de Washington pede demissão

Redação
Publicado em 14/10/2011, às 07h40 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h48


Mais Notícias