Revista ADEGA
Busca

Vinho - 12.Nov.

Vinhos do leilão de Charlie Trotter foram roubados durante transporte


Algumas caixas de vinho que seriam leiloadas em Nova York pelo chef de cozinha Charlie Trotter foram roubadas. Entre os principais rótulos levados estão uma garrafa double magnum do Château Haut-Brion1994, imperiais do Château Lafite, Latour e Mouton-Rothschild, e garrafas de 15 litros do Château Pichon-Longueville e Lynch-Bages.

De acordo com o blog do restaurante, os vinhos foram empacotados, etiquetados, levados ao centro de distribuição em Chicago e enviados em caminhões para NY. Porém, na chegada à casa de leilões Christie's, a equipe notou a falta de 60 caixas. "Existiam vinhos intocados de Bordeaux e Borgonha lá", disse Trotter. "Alguns eram bons, mas há um monte de ótimos vinhos sumidos. Não tínhamos nenhum vinho ruim naquela adega - 10% das coisas levadas eram excelentes", lamenta.

Ainda não se tem certeza do valor exato do que foi roubado, porém, os rótulos tinham seguro. A Christie's garantiu que nunca havia passado por uma situação parecida e que irá reembolsar o valor de mercado dos vinhos perdidos. "Toda a equipe está mortificada. É uma grande marca para eles, mas não é o objetivo de um leilão conseguir mais do que o valor de mercado", disse Trotter.

A Christie's iniciou uma investigação sobre os vinhos roubados, e afirmou que, por enquanto, não irá comentar o caso.

Mais notícias sobre vinhos...

Cooperativa francesa lança vinho de vinhedo pré-filoxera
Polícia apreende 10 mil garrafas de Lafite em casa abanonada na China
Vinho ajuda na recuperação de pacientes com câncer de mama
Amazon anuncia site exclusivo para venda de vinhos

Redação
Publicado em 12/11/2012, às 09h48 - Atualizado em 27/07/2013, às 13h48


Mais Notícias